10 questões sobre Debêntures que você precisa saber antes de investir

1. O que são debêntures?
Imagine que você tem uma grande empresa e precisa de capital. Ao invés de buscar esse
dinheiro junto a instituições financeiras você emite debêntures, que são “empréstimos” que
a empresa faz junto a pessoas físicas pagando os juros que a própria empresa determina.
2. Quem emite?
As debêntures são emitidas por empresas S.A. abertas e não podem ser emitidas por
instituições financeiras.
3. Qual o prazo para investimento?
Possuem prazos variados, mas sempre longos, com um mínimo para resgate de 360 dias
4. Posso resgatar antes do prazo?
Você pode vender sua debênture, porém há duas barreiras a vencer: poderá perder
dinheiro por estar valendo menos do que na compra ou ainda não haver compradores
interessados.
5. Qual o valor de investimento?
É um tipo de produto que começa entre 1000 e 1500 reais. Não existe padronização das
características deste título, portanto os valores também são variados.
6. Onde posso compra-las?
As debêntures podem ser adquiridas através de uma corretora e ficam disponíveis de 2
formas: quando as debêntures são disponibilizadas pela primeira vez no mercado (chamado
Mercado Primário) ou debêntures que já foram lançadas há um tempo e estão sendo
revendidas (Mercado Secundário).
7. Qual das 2 opções de mercado tem melhor rentabilidade?
Depende muito do mercado atual, ou seja, é possível que você consiga debêntures no
mercado secundário com melhor rentabilidade do que no mercado primário.
8. Como rentabiliza?
Rentabiliza através de uma taxa fixa + uma taxa variável indexada (IPC-A). A maioria paga
juros semestralmente, diretamente na sua conta, já com o desconto do imposto de renda,
mas há debêntures sem IR. Você recebe aos poucos o que está rendendo e o capital
principal fica “trancado” até o prazo determinado ser cumprido. Cada empresa define
quanto vai pagar.
9. O que são Debêntures incentivadas?
São aquelas isentas de IR, geralmente foram lançadas com propostas de melhorias para a
sociedade, dessa forma há um incentivo do governo.

10. Como avaliar o risco do investimento?
Esse tipo de investimento não está coberto pelo FGC. É importante fazer uma boa pesquisa
sobre o quanto a empresa que emite as debêntures é sólida no mercado, analisando seu
rating (risco).
Dessa forma, debêntures podem ser um ótimo investimento, mas com finalidade de
diversificar sua carteira.
Ficou alguma dúvida sobre esse assunto? Escreva nos comentários abaixo a sua questão que
teremos satisfação em responder.