Fundos de ações

São fundos que investem no mínimo 67% de seu patrimônio em ações negociadas na bolsa.

Os fundos de ações são tipos de investimento com maior risco, portanto ter um perfil de investidor mais arrojado é o primeiro passo para ingressar nesse grupo.

Outra característica importante é que este tipo de investimento é mais indicado para o longo prazo e sua liquidez varia de acordo com a política do fundo. Além disso, há tributação (IR) de 15% sobre a valorização da cota do fundo, retido já na fonte.

Agora que já elencamos alguns pontos principais, vamos simplificar para você como funciona um fundo de ações: imagine um grupo de pessoas que resolve investir em ações, mas não tem conhecimento, tempo ou mesmo disposição para pesquisar as melhores ações disponíveis para investimentos no mercado, quais os riscos, etc. Esse grupo de investidores reúne-se e escolhe um gestor para fazer esse trabalho. Obviamente esse gestor recebe uma renumeração por fazer isso: a chamada taxa de administração.

Agora supondo que esse gestor fez boas escolhas e atingiu determinado patamar de ganhos, então ele também receberá uma taxa de performance, um bônus vamos assim dizer, por ter feito um bom trabalho.

Mesmo não administrando sua carteira de investimento em fundos de ações, alguns cuidados básicos são importantes na hora de investir:

– Pesquise por taxas menores;

– Verifique a diversidade da carteira. Isso pode ser feito através da CVM, pois essas informações são públicas.

– Veja o histórico de performance do fundo e pesquise sobre o gestor do fundo, para perceber a qualidade do profissional no processo de investimento.

Ficou na dúvida se investir em ações ou fundo de ações é melhor para você? Então assiste ao vídeo do Canal do Investidor onde explicamos quais as vantagens e desvantagens de cada um.

Análise Fundamentalista – Os primeiros passos

Há quatro formas mais comuns de se fazer uma análise do mercado de ações. São elas:

– Contratando um analista

– Fazendo uma análise técnica

– Através de notícias

– Fazendo uma análise fundamentalista

Esse é o primeiro passo para quem deseja ingressar como investidor no mercado de renda variável.

Ter uma base de como funciona o mercado de ações é muito importante para o investidor de comportamento moderado ou agressivo, já que este não é um tipo de investimento indicado para um perfil conservador.

A análise fundamentalista ajuda a decidir onde eu devo investir, principalmente no longo prazo.

Dentro dessa análise busca-se entender se uma determinada ação pode ser considerada cara, se representa um risco muito grande, se vale a pena investir no preço atual, etc. Isso tudo é possível através da análise da situação financeira da empresa em questão e a projeção de seu valor futuro, buscando perceber se o valor atual de suas ações é justo.

Com base nos indicadores da empresa a qual você tem interesse em adquirir ações, avaliam-se as possibilidades de crescimento de seus ativos, qual o seu real valor e qual a tendência futura desse negócio em termos de valorização no mercado.

As informações são disponibilizadas através da estrutura de capital da empresa, onde você poderá verificar seu endividamento, passivo e ativo, etc.

A partir daqui a coisa complica um pouquinho para quem não tem noção mínima de alguns termos de contabilidade. O primeiro passo é que você busque entender conceitos básicos sobre balanço patrimonial e demonstrativo de resultados, para que a partir daí possa avançar um pouco mais nesse tipo de análise.

Se você construir uma boa base de conhecimento, terá uma chance muito maior de ganhos expressivos futuros, portanto tenha paciência e seja persistente! Estamos aqui para ajudar você a tornar-se um grande investidor.

Descubra agora quais as vantagens e riscos de investir em CDB.

O Certificado de Depósito Bancário é mais um tipo de investimento de renda fixa, onde você “empresta” dinheiro para os bancos em troca de uma rentabilidade.

O ponto negativo desse tipo de investimento é que há incidência de imposto de renda sobre a rentabilidade, podendo variar entre 15% e 22,5%. Uma dica para você investir em CDB e diminuir o peso do IR é, sempre que possível, fazer investimentos com prazo igual ou superior a 2 anos, pois o imposto aplicado passa a ser de 15%.

Os prazos de resgate são variados e é possível reaver o valor antes do determinado, dependendo da contratação feita. Mas atenção! Resgatar um CDB antes do prazo implica em perda de rentabilidade e também a possibilidade de perda de parte do capital investido, portanto essa não é uma boa ideia.

Em relação a melhores rentabilidades, quando você investe em CDB em uma grande instituição as taxas de juros pagas pelo seu investimento tendem a ser menores do que quando você investe seu dinheiro em bancos de pequeno e médio porte, isso porque quanto maior o risco (nesse caso em relação à solidez no mercado), maiores os juros que você irá receber.

O CDB possui garantia pelo Fundo Garantidor de Crédito, portanto trata-se de um investimento seguro, mesmo quando você investe nos bancos menores, e é uma ótima opção para começar a ver seu dinheiro render!

Vamos Conhecer Mais Sobre Petrobras?

O que é PETR4?

Cada papel transacionado na Bolsa de Valores possui um nome que determina as características destas ações, onde sempre haverá 4 letras em caixa alta referindo-se ao nome da empresa e um número referindo-se ao tipo de papel: direito de subscrição, ação ordinária, ação preferencial, etc.

PETR4 é o nome dado a determinado ativo comercializado na Bolsa de Valores, ou seja, faz parte do mercado de ações.

Essas quatro letrinhas “PETR” são a abreviação do nome da empresa Petrobrás, e o número 4 significa que essas ações são preferenciais (PN), caracterizando-se assim como papéis que representam parte do capital social da Petrobrás, com prioridade na distribuição de dividendos, porém sem direito a voto.

Essas ações referem-se a um ativo que sofreu diversos altos e baixos devido à má gestão e escândalos de corrupção. Em contrapartida, é líder na extração de petróleo no país, possuindo alta liquidez o que permite, geralmente, uma negociação mais rápida.

Para saber se é o momento certo para investir em PETR4, assista ao vídeo do nosso Canal do Investidor onde mostramos na prática os melhores métodos e análises para daytrade utilizando o programa “Aplicação”, abordando estratégias de investimento de acordo com a cotação atual de mercado.

O que é COE: Certificado de Operações Estruturadas?

Um Certificado de Operações Estruturadas é um tipo de investimento de renda fixa indexado a um investimento de renda variável (Ibovespa, cambio, etc).

Uma das grandes vantagens deste tipo de investimento é que seu capital fica protegido, ou seja, em um COE você dificilmente perderá dinheiro. Porém, não é garantido pelo FGC, e será a qualidade do banco (rating) que determinará o menor risco sobre o investimento.

Em Outubro de 2015 as corretoras receberam permissão para ofertar COE aos seus clientes, até então apenas grandes investidores costumavam ter acesso a esse tipo de investimento.

Os COE surgem da necessidade de um banco realizar uma captação rápida e 00significativa de recursos, em curto espaço de tempo. Monta-se então uma operação com características específicas.

É importante ter atenção às características do COE definido pelo banco que está ofertando, como por exemplo qual o aporte mínimo, indexador da operação, data de vencimento (essa em especial), verificar se a instituição é certificada pela CETIP, etc.

Todas as informações preliminares de um COE estão contidas no Documento de Informações Essenciais, de obrigatória emissão e imprescindível leitura do investidor.

Atualmente qualquer pessoa com conta em uma corretora tem a possibilidade de adquirir um COE, com valores a partir de R$5.000,00.

Quer saber mais? Assista ao vídeo onde oferecemos informações importantes sobre como fazer esse tipo de investimento.

Não é necessário muito dinheiro para começar a investir

Você sabia que por menor que seja o valor que consiga poupar, há formas eficazes de fazer seu dinheiro render?

Hoje vamos ajudar você que deseja começar a investir, mas não sabe como.

Se você imagina ser necessário encher seu “cofrinho” antes de buscar algum tipo de investimento, está cometendo um erro clássico! E sofrendo uma desvalorização daquilo que fez tanto esforço para acumular.

O mercado oferece boas opções de investimentos mesmo para aqueles que começam com pequenas quantias de dinheiro.
No Tesouro Direto, por exemplo, apesar de um título público não ter um valor tão baixo, é possível adquirir apenas uma parte desse título, nesse caso estamos falando em valores próximos a R$50,00.

Se você consegue economizar um valor mais expressivo, é interessante investir em CDB’s onde normalmente a rentabilidade é maior e você tem liquidez, ou seja, seu dinheiro não fica “preso”.
Essa é outra barreira a ser vencida quando você começa a investir: receio de precisar do dinheiro antes do tempo previsto.

Fundos de investimento também são ótimas alternativas para ver seu dinheiro crescer e são diversificados, podendo ter alta liquidez, maior ou menor risco, etc.

Uma dica para quem vai começar a investir é minimizar o risco. Em nosso site você encontra diversos conteúdos gratuitos que vão ajudar a fazer as melhores escolhas de investimentos, mesmo para quem está começando.