ETF – Exchange Traded Founds

As ETFs representam um conjunto de ações que compõe com um índice específico negociados na bolsa.

O investimento em ETF acontece através do Homebroker da sua corretora de uma forma muito parecida como quando você investe em ações.

Características de ETFs

– Não é um investimento para reserva de emergência.

– Trata-se de renda variável, ou seja, são investimentos de risco.

– Os riscos são geralmente diluídos, devido a diversidade de ações que compõe o fundo.

– Tem taxa de administração

– Incide Imposto de Renda de 15% sobre a rentabilidade da aplicação, porém se comprar e vender no mesmo dia a incidência sobre para 20%.

– Agilidade para negociação, pois pode ser vendida em uma única operação.

– Reduzidos custos operacionais, pois você está investindo em um grupo de ações, mas não de forma independente.

Uma das ETFs mais conhecidas é a BOVA11 que replica a mesma valorização do índice Bovespa, tendo uma carteira diversificada composta, em média, pelas 60 ações mais comercializadas da bolsa de valores.

Veja mais alguns exemplos de ETFs:

– BRAX11: acompanha as 100 ações de maior liquidez negociadas no Brasil.

– SMALL 11: acompanha empresas de pequeno porte, mas com potencial de crescimento.

– IVVB11: acompanha o índice das 500 ações mais negociadas nos Estados Unidos.

Quer saber mais? Siga nossa página do Canal do Investidor no Facebook e receba muita informação gratuita sobre os melhores investimentos disponíveis no mercado.

Descubra agora quais as vantagens e riscos de investir em CDB.

O Certificado de Depósito Bancário é mais um tipo de investimento de renda fixa, onde você “empresta” dinheiro para os bancos em troca de uma rentabilidade.

O ponto negativo desse tipo de investimento é que há incidência de imposto de renda sobre a rentabilidade, podendo variar entre 15% e 22,5%. Uma dica para você investir em CDB e diminuir o peso do IR é, sempre que possível, fazer investimentos com prazo igual ou superior a 2 anos, pois o imposto aplicado passa a ser de 15%.

Os prazos de resgate são variados e é possível reaver o valor antes do determinado, dependendo da contratação feita. Mas atenção! Resgatar um CDB antes do prazo implica em perda de rentabilidade e também a possibilidade de perda de parte do capital investido, portanto essa não é uma boa ideia.

Em relação a melhores rentabilidades, quando você investe em CDB em uma grande instituição as taxas de juros pagas pelo seu investimento tendem a ser menores do que quando você investe seu dinheiro em bancos de pequeno e médio porte, isso porque quanto maior o risco (nesse caso em relação à solidez no mercado), maiores os juros que você irá receber.

O CDB possui garantia pelo Fundo Garantidor de Crédito, portanto trata-se de um investimento seguro, mesmo quando você investe nos bancos menores, e é uma ótima opção para começar a ver seu dinheiro render!

O que é LCA – Letra de Crédito do Agronegócio?

Assim como nas LCI, quando você investe em LCA está indiretamente ajudando um setor da economia ao qual os bancos emprestam dinheiro: nesse caso o de agronegócios.

A LCA apresenta duas possibilidades de rentabilidade: pré-fixada ou pós-fixada, sendo indexada ao CDI, IPCA ou IGP-M, por exemplo.

Na Letra de Crédito do Agronegócio há um prazo de resgate, o que pressupõe que quanto maior o vencimento, maior a possibilidade de ganhos com taxas mais altas.

Nesse produto não há cobrança de Imposto de Renda para Pessoa Física. Mas tenha ATENÇÃO! Analisar apenas o fato de não incidir IR não pode ser o motivo decisório na hora de escolher onde investir o seu dinheiro. Essa é uma característica positiva das LCA, mas é preciso analisar se é realmente mais vantajoso quando comparada a outros produtos.

Sabe como se descobre isso? Fazendo conta. Comparando o rendimento real entre as possibilidades de investimento.

Outra vantagem de investir em LCA é que, dependendo do momento econômico, algumas instituições podem isentar a cobrança de taxa de administração, custódia, etc.

O Fundo Garantidor de Crédito protege os investimentos em LCA no valor de até R$250.000,00. Já o valor mínimo a ser aplicado depende da exigência do emissor.

Como tratam-se de produtos com características muito parecidas, vale a pena ler o artigo sobre LCI para ampliar seus conhecimentos.

Vamos Conhecer Mais Sobre Petrobras?

O que é PETR4?

Cada papel transacionado na Bolsa de Valores possui um nome que determina as características destas ações, onde sempre haverá 4 letras em caixa alta referindo-se ao nome da empresa e um número referindo-se ao tipo de papel: direito de subscrição, ação ordinária, ação preferencial, etc.

PETR4 é o nome dado a determinado ativo comercializado na Bolsa de Valores, ou seja, faz parte do mercado de ações.

Essas quatro letrinhas “PETR” são a abreviação do nome da empresa Petrobrás, e o número 4 significa que essas ações são preferenciais (PN), caracterizando-se assim como papéis que representam parte do capital social da Petrobrás, com prioridade na distribuição de dividendos, porém sem direito a voto.

Essas ações referem-se a um ativo que sofreu diversos altos e baixos devido à má gestão e escândalos de corrupção. Em contrapartida, é líder na extração de petróleo no país, possuindo alta liquidez o que permite, geralmente, uma negociação mais rápida.

Para saber se é o momento certo para investir em PETR4, assista ao vídeo do nosso Canal do Investidor onde mostramos na prática os melhores métodos e análises para daytrade utilizando o programa “Aplicação”, abordando estratégias de investimento de acordo com a cotação atual de mercado.

O que é COE: Certificado de Operações Estruturadas?

Um Certificado de Operações Estruturadas é um tipo de investimento de renda fixa indexado a um investimento de renda variável (Ibovespa, cambio, etc).

Uma das grandes vantagens deste tipo de investimento é que seu capital fica protegido, ou seja, em um COE você dificilmente perderá dinheiro. Porém, não é garantido pelo FGC, e será a qualidade do banco (rating) que determinará o menor risco sobre o investimento.

Em Outubro de 2015 as corretoras receberam permissão para ofertar COE aos seus clientes, até então apenas grandes investidores costumavam ter acesso a esse tipo de investimento.

Os COE surgem da necessidade de um banco realizar uma captação rápida e 00significativa de recursos, em curto espaço de tempo. Monta-se então uma operação com características específicas.

É importante ter atenção às características do COE definido pelo banco que está ofertando, como por exemplo qual o aporte mínimo, indexador da operação, data de vencimento (essa em especial), verificar se a instituição é certificada pela CETIP, etc.

Todas as informações preliminares de um COE estão contidas no Documento de Informações Essenciais, de obrigatória emissão e imprescindível leitura do investidor.

Atualmente qualquer pessoa com conta em uma corretora tem a possibilidade de adquirir um COE, com valores a partir de R$5.000,00.

Quer saber mais? Assista ao vídeo onde oferecemos informações importantes sobre como fazer esse tipo de investimento.

Criptomoeda, Bitcoin, Stellar, Ethereum e muito mais

Se você é uma das pessoas que já ouviu falar em qualquer um desses termos, mas ainda não entendeu do que se trata, vamos esclarecer agora o significado de cada um deles com uma linguagem simples, com conceitos básicos do mundo das moedas virtuais.

Criptomoedas: Cripto tem origem da palavra grega kruptós e significa escondido, secreto. Esta nomeação para moedas virtuais se dá ao fato de ser algo intangível, pois não existe moeda física representativa e, pelo fato de reservar a privacidade de seus utilizadores nas transações realizadas.

Bitcoin: tornou-se a moeda mais popular deste meio, apresentada em 2008 ao mercado. É uma moeda descentralizada existente através de uma arquitetura de redes de computadores (Peer-to-peer), com ausência de instituição reguladora e validada através de um sistema chamado PoW.

Peer-to-peer: uma rede de computadores que utiliza sistemas compatíveis para trocas de informações.

PoW (proof-of-work): significa que chegar à solução de um problema é uma tarefa super difícil e trabalhosa, mas a resposta é de fácil verificação.

Stellar: fundado em 2014, trata-se de um software com sistema de pagamento online, que dispõe de uma criptomoeda de mesmo nome “Stellar”. A maior diferença dos Bitcoins é que, quando lançada, 95% de sua produção de 100 bilhões de moedas foi doada.

Ethereum: plataforma de programação de aplicativos criada em 2013, com intuito de minimizar a burocracia e erros de processos de qualquer sistema. Atua com diversas operações e aplicações descentralizadas. Sua criptomoeda chama-se “Ether”. É uma plataforma muito complexa e requer bastante tempo para explicar toda a sua abrangência.

Existem diversos sistemas e moedas além dos abordados no texto. Caso você queira saber de algum em específico ou tenha alguma dúvida, deixe seu comentário para nós.

 

Não é necessário muito dinheiro para começar a investir

Você sabia que por menor que seja o valor que consiga poupar, há formas eficazes de fazer seu dinheiro render?

Hoje vamos ajudar você que deseja começar a investir, mas não sabe como.

Se você imagina ser necessário encher seu “cofrinho” antes de buscar algum tipo de investimento, está cometendo um erro clássico! E sofrendo uma desvalorização daquilo que fez tanto esforço para acumular.

O mercado oferece boas opções de investimentos mesmo para aqueles que começam com pequenas quantias de dinheiro.
No Tesouro Direto, por exemplo, apesar de um título público não ter um valor tão baixo, é possível adquirir apenas uma parte desse título, nesse caso estamos falando em valores próximos a R$50,00.

Se você consegue economizar um valor mais expressivo, é interessante investir em CDB’s onde normalmente a rentabilidade é maior e você tem liquidez, ou seja, seu dinheiro não fica “preso”.
Essa é outra barreira a ser vencida quando você começa a investir: receio de precisar do dinheiro antes do tempo previsto.

Fundos de investimento também são ótimas alternativas para ver seu dinheiro crescer e são diversificados, podendo ter alta liquidez, maior ou menor risco, etc.

Uma dica para quem vai começar a investir é minimizar o risco. Em nosso site você encontra diversos conteúdos gratuitos que vão ajudar a fazer as melhores escolhas de investimentos, mesmo para quem está começando.